Envie-nos uma mensagem

Newsletter Bijutarias.com

Mantenha-se informado sobre as novidades do Bijutarias.com!

Subscribe to Newsletter Bijutarias.com feed

Marca de Água

A Marca de Água oferece peças de bijutaria artesanal que, criadas pelas mãos de Sónia, acompanham sempre as tendências e são reproduzidas através das melhores e mais inovadoras técnicas, sem nunca esquecer as raízes açorianas que diariamente inspiram esta criadora.

Sónia diz que começou a criar bijutaria porque nem sempre encontrava nas lojas, peças que iam inteiramente ao encontro do seu gosto pessoal. Por isso mesmo, meteu mãos à obra e experimentou fazer as suas próprias peças. O arranque oficial do projeto aconteceu em 2007 com o surgimento do blog Marca de Água, que apareceu logo com fotos das criações de Sónia.

As coisas correram tão bem que, mais tarde, a empresa Marca de Água foi registada. Porém, Sónia esclarece que, para já, a empresa enquadra-se nos apenas nos seus tempos livres. Tanto a Sónia, como a mãe (que a ajuda ocasionalmente) têm outras profissões, a tempo inteiro. A Marca de Água acaba por ser um segundo emprego que exige muito tempo e dedicação constante e o segredo é ser muito organizada para conseguir publicar peças novas diariamente, enviar encomendas todos os dias e estar em contacto permanente com as clientes. Como qualquer atividade em part-time, Sónia reconhece que é necessário investir muito tempo, dinheiro e, sobretudo, paixão para que se torne significativa a nível de rendimentos. Se estes parâmetros estiverem preenchidos pode ser uma atividade rentável a longo prazo.

Logística à parte, Sónia partilhou as suas principais fontes de inspiração: a natureza (até porque muitas das suas peças possuem pássaros, borboletas, gatinhos, etc… ), os livros (adora ler e tem várias peças dedicadas ao seu livro favorito, o Petit Prince), imagens, poemas, cores, músicas … literalmente tudo o que está à sua volta! Sónia admite que tudo aquilo que a emociona, também a inspira e é assim que cria peças com significado e perfeitas para oferecer a qualquer pessoa com muito bom gosto!

No processo criativo também está incluído o tempo de confeção de cada peça e, no que toca à Marca de Água, esse é bastante variável. Sónia diz que é difícil contabilizar esse tempo porque criar uma peça implica procurar materiais, pesquisar em fornecedores, encomendar os materiais, esperar que cheguem, montar a peça, desmontar quando não fica bem à primeira, voltar a montar…

Quando está a criar peças Marca de Água, Sónia imagina que está a conceber bijutaria para uma cliente que adora moda, que é romântica mas forte, jovem e cheia de vida e que não tem medo de mostrar a sua personalidade através das peças que usa. Aliás, considera que uma peça de bijutaria é essencial para um look feminino e, em termos pessoais, não dispensa os brincos compridos. Em termos de intemporalidade, é da opinião que uma pulseira cheia de pendentes caídos na cor prata nunca sai de moda, principalmente se cada pendente tiver um significado especial. A Marca de Água também cria este tipo de pulseira, onde cabe a cada cliente escolher o que quer lá colocar.

Esta e outras peças podem ser adquiridas no Atelier Marca de Água e na loja do Triângulo, ambas situadas na Ilha do Faial. Em breve também vai ser possível adquirir bijutaria Marca de Água em algumas lojas em Portugal Continental. Para já, a maioria das vendas acontecem via Internet, através do blog (marcadeagualoja.blogspot.com) e do Facebook (http://www.facebook.com/marcadeagua.bijuteriaartesanal).

Num mundo cada vez mais competitivo como é o da bijutaria handmade, Sónia afirma que não tem medo de mudar, de inovar, de procurar disponibilizar a melhor experiência possível aos seus clientes. Vai mais longe ao garantir que a Marca de Água é uma empresa moderna, jovem e criativa que também adora que os seus clientes participem com ideias e desafios que contribuem para o crescimento da empresa.

E por falar em crescimento, segundo a Sónia, o futuro da Marca de Água passa pela aposta em parcerias e pontos de venda, ou seja, encontrar revendedores que queiram expor os seus produtos nas suas lojas. Até lá, deixa um conselho de amiga a quem gostaria de se iniciar nesta arte: “…procurem ser originais, primar pela diferença. Sobretudo demonstrem a vossa paixão por esta arte e honrem o trabalho manual.”

Adicionar comentário

Inicie sessão ou registe-se para publicar comentários